Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \04\UTC 2011

Themis cinematográfica

Odeio injustiça. Eu poderia até tentar justificar essa aversão dizendo que, além de libriana, sou estudante de Direito, mas, né, tem aluno da minha faculdade que nem deve saber quem é Carlos Ayres Britto, então acho que é algo da minha natureza mesmo.
Um tempo atrás assisti ao trailer de um novo seriado que terá a Zooey Deschanel como protagonista e… BUM!…Percebi que as pessoas mais injustiçadas do mundo são Michael Cera e Jesse Eisenberg. Ahn? Explico.
Ninguém agüenta mais Michael Cera e Jesse Eisenberg fazendo os “mesmos” papéis, e isso vira piadinha até no The Office. Aí que eu estava vendo a prévia de New Girl e pensei “meu deus, a Zooey também interpreta papéis sempre iguais!”.
OK que as personagens não são idênticas, que uma hora é ela quem parte um coração e em outra é ela quem tem o coração partido, mas no geral são sempre mulheres de 20 e poucos anos (a atriz já está na casa dos 30 *Malhação com Henri Castelli no elenco feelings*), descoladinhas, que usam FRANJA e LACINHO na cabeça, que cantam, que têm sempre uma respostinha ácida na ponta da língua, etc e tal. Daí você resolve entrar no Omelete e lê que o novo seriado de miss Deschanel parece “valer a pena”. OI?
Não me levem a mal. Eu gosto da Zooey. Gosto de todos os filmes que vi que têm ela no elenco, sou fã do ex-namorado e o marido é vocalista de uma das bandas que mais amo nessa vida. Acontece é que essa série nova estrelada por ela realmente parece fraquinha, e por que tanta babação de ovo em cima de maaaais uma personagem da mulher do Ben Gibbard? Porque ela é linda, oras! É claro que deduzo isso de uma opinião geral (a minha aqui inclusa). Evidências:
  • Zooey Deschanel é linda: a lista de meninas que a colocam como “pessoa inspiradora” no Facebook é imensa. Grande também é a lista de homens que torcem por um, digamos, filme adulto dela com a Katy Perry.
  • Michael Cera e Jesse Eisenberg são feios: (lembrando que isso é deduzido a partir de uma visão geral, já que tenho uma amiga apaixonada pelo Paulie Bleeker – beijo, Lê! -, e todos dizem que ele deve ser um irmão perdido do meu namorado) um “que horrível!” foi gritado na hora de um close na cara do George-Michael Bluth durante uma sessão de “Scott Pilgrim VS. The World” e “baixinho” e “judeu” e “judeu baixinho” (como se ser judeu fosse algum defeito ou qualidade) são palavras usadas frequentemente como referência ao intérprete de Mark Zuckerberg ao invés de…”galã”.
Então, pessoal, por favor, vâmo aê zoar Zooey (he-he) também, ou deixar em paz essas outras duas não-tão-pobres criaturinhas que estrelam filmes que estão na minha lista de preferidos. Fazer personagens característicos não é de todo ruim, vejam a Tina Fey. Porém, se o leitor for Matthew Mcconaughey… Sinto muito, você não tem salvação.
Anúncios

Read Full Post »